2 de agosto de 2015

Geografia Bíblica - Regiões geográficas da Palestina

antigo-testamento-shema-israelREGIÕES GEOGRÁFICAS DA PALESTINA

O terreno da Terra Santa é bastante variado, principalmente devido aos fortes contrastes climáticos de região para região. A principal característica do relevo da Terra Santa e da Síria é a grande fenda que se estende desde, o norte, da Síria, atravessando o vale do Líbano, o vale do Jordão, o Arabá e o golfo de Elate, até a costa sudeste da África. Esta fissura divide a Palestina em ocidental — Cisjordânia — e a oriental — a Transjordânia. Há enormes diferenças de altitude em curtas distâncias.

A distância entre o Hebrom e as montanhas de Moabe em linha reta, não passa de 58 quilômetros, embora ao atravessá-la seja necessária uma descida de +915 metros para -396 metros abaixo do nível do mar (o ponto mais baixo na face da Terra), seguida de uma subida de mais de +915 metros, fisses contrastes formam o árido Arabá, na extremidade do deserto da Judéia, com suas escarpas irregulares, e, do lado oposto, os planaltos férteis e irrigados da Transjordânia. Essas variações de terreno e clima deram lugar a padrões extremamente diversos de povoados na Palestina, que resultaram em divisões políticas correspondentes na maioria dos períodos.

Em várias ocasiões, as regiões mais distintas da Terra Santa são claramente definidas e listadas na Bíblia segundo a topografia e o clima (Dt 1.7; Js 10.40; 11.16; Jz 1.9 etc.). Até mesmo uma lista da classificação geográfica administrativa das cidades de Judá é dividida em quatro regiões principais: Neguebe (sul), Sefelá (planícies), região montanhosa e estepe ou deserto (Js 15.21,33,48,61).

AHARONI, Yohanan et al. Atlas Bíblico. Rio de Janeiro : CPAD, 1999.