25 de fevereiro de 2014

4 razões de porquê devemos pregar o Pentateuco

Pregar o Pentateuco é uma grande necessidade do povo de Deus, do qual muitos nunca ouviram sermões de qualquer livro do Antigo Testamento, muito menos do Pentateuco. Esta é também uma área de grande carência dos pregadores, que tendem a fugir do Pentateuco.
Apesar das dificuldades associadas a ele, eu acredito que nós devemos pregar o Pentateuco por quatro razões.

1. Sua Necessidade

Primeiro, há uma grande necessidade de pregar o Pentateuco em nossas igrejas para dar o nosso povo uma dieta bem equilibrada do “todo o conselho de Deus” (Atos 20:27[1]). Sem dúvida a experiência de muitos pregadores da falta de conhecimento bíblico de seu povo testifica isso. Vários estudos recentes por várias denominações têm mostrado que enquanto setenta e cinco por cento das Escrituras são encontrados dentro do Antigo Testamento, apenas vinte por cento dos sermões vêm do Antigo Testamento. Nosso povo precisa que nós façamos mais do que
simplesmente ensinar histórias bíblicas do Antigo Testamento para os nossos filhos na escola dominical. Eles precisam que nós preguemos essas histórias para eles.

2. Sua Importância

Em segundo lugar, devemos pregar o Pentateuco porque esses livros são os livros que servem como fundamento para o restante das Escrituras. As doutrinas da criação, pecado, redenção, aliança, eleição, e a lei moral de Deus são todas reveladas neles. Como o teólogo reformado suíço do século XX Jean-Jacques Von Allmen escreveu: “uma Igreja que descarta o Antigo Testamento não alcançar um verdadeiro encontro com Cristo”. Se não pregarmos o Antigo Testamento nós não roubamos do nosso povo só a verdade vital, mas também roubamos deles a tela sobre a qual o Espírito Santo pinta Cristo no Novo Testamento.

3. Sua Natureza

Em terceiro lugar, precisamos pregar o Pentateuco porque as histórias dentro dele são emocionantes, fascinante e fazem nosso coração palpitar. Esta é a história de fundo para o drama de Jesus. Nós pregadores precisamos nos perguntar: o nosso povo está clamando por mais aplicação, porque eles estão cansados ​​de nossos sermões doutrinários secos? Ou eles estão cansados ​​de nós pregarmos aplicações sem nada para apoiá-las? Estou convencido de que um simples remédio é pregar sobre drama – isto é, o drama da história redentora de Deus. À medida que pregamos a partir do Pentateuco, Deus é colocado no centro do palco como o principal ator em todas estas histórias.

4. Sua substância

Em quarto lugar, precisamos pregar o Pentateuco, porque nosso Senhor ensinou Seus discípulos que Ele é a totalidade e a substância desses livros (Lucas 24:27[2], 44[3]). Ele é a Palavra eterna que criou em Gênesis 1. Ele é a realidade da circuncisão dada a Abraão em Gênesis 17. Ele é o Senhor da Aliança no Monte Sinai em Êxodo 24. Ele é a rocha que deu água para beber em Êxodo 17 e do maná que foi providenciado enquanto Israel vagava no deserto em Êxodo 16. Como um homilético holandês, Wilhelm Vischer, memoravelmente afirmou: “Jesus Cristo fornece os pontos vocálicos que dão um sentido para as consoantes do texto hebraico”.

Este post foi adaptado do livro de Daniel Hyde, God in Our Midst.

[1] “porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” At 20:27.
[2] “E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras”. Lc 24:27.
[3] “A seguir, Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco: importava se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”. Lc 24:44.
Por: Daniel Hyde. © 2014 Ligonier Ministries Website: www.ligonier.org; Original: 4 Reasons We Must Preach the Pentateuch

Fonte: Voltemos ao Evangelho