19 de dezembro de 2013

Gleason L. Archer - Introdução ao livro de Miquéias

O nome “Miquéias” é uma forma abreviada de Mí-kã-Yãhü,
que significa, “Quem é como o Senhor?” O tema básico da sua
mensagem é que o produto essencial da fé salvadora é a reforma
social e a santidade prática baseada na justiça e soberania de
Deus. Por causa de falta generalizada de tal fé, tanto o Reino do
Norte como o do Sul são fadados a experimentar a ira de Deus.

Depois de completar-se a punição, porém, a nação será restaurada
e o Messias chegará depois de tudo.

Esboço de Miquéias


I. A Sentença de Deus Contra os Dois Reinos Idólatras, 1:1-16.
A. Deus esmagará o orgulho de Israel, por causa de ter vio-
lado a Lei, 1:1-4.
B. O castigo pela idolatria; a destruição da Samaria, 1:5-7.
C. Lamento pela (futura) invasão dos assírios: seu progres-
so cidade por cidade, 1:8-16.
II. Lista de Detalhes: a Opressão das Classes Altas, 2:1 — 3:12.
A. Os ricos desocupados exploram os indefesos, 2:1-13.
B. O governo devora ao invés de defender, 3:1-4.
C. Contraste entre a religião corrupta do estado, e o poder
e a mensagem dos profetas tementes a Deus, 3:5-8.
D. A destruição total destes três grupos maus, 3:9-12. 
III. O Triunfo Final da Graça de Deus, 4:1 — 5:15.
A. Triunfo messiânico do reino de Deus sobre o mundo,
4:1-8.
B. Condições a serem preenchidas primeiro — sofrimento,
exílio, restauração, julgamento dos vizinhos pagãos,
4:9-13.
C. O Vencedor divino-humano que cumprirá isso, defen-
dendo Seu rebanho e destruindo as potências mundiais,
5:1-6.
D. Triunfo de Israel, depois da humilhação e de ter sido re-
movida a idolatria, 5:7-15.
IV. A Controvérsia de Deus com a Ingratidão de Israel, 6:1-16.
A. A convocação do Reino do Norte para responder a Deus,
tendo em vista Suas misericórdias do Êxodo, 6:1-5.
B. Resposta duma consciência despertada: uma vida san-
tificada deve acompanhar o culto válido; mas Israel
continua sendo desonesto e opressivo, 6:6-13.
C. A falta de arrependimento será acompanhada por fa-
lhas na ceifa; desacreditada a política “inteligente" de
acordos com os infiéis, 6:14-16.
V. Cumpridas as Promessas da Aliança ao Remanescente Fiel,
7:1-20.
A. Lamentação do verdadeiro Israel ao ver como preva-
lece o egoísmo bárbaro e a corrupção vergonhosa, 7:1-6.
B. O verdadeiro Israel continua confiante na misericórdia
de Deus, 7:7-10.
C. O triunfo de Cristo através da Época da Igreja e do Mi-
lênio, 7:11-20.

A Autoria de Miquéias

Miquéias era um cidadão do Reino do Sul, tendo nascido em
Moresete, perto de Gate, uns trinta quilômetros ao oeste de Je-
rusalém. Não se menciona o nome do seu pai, e podemos concluir
que sua família era de origem humilde. É significativo que seu 
ministério na pregação preocupava-se especialmente com os sofri-
mentos do povo comum, e os dos camponeses nas áreas agrícolas
que estavam sendo explorados pela nobreza latifundiária, rica e
sem escrúpulos. Miquéias parece ter passado uma boa parte da
sua vida nas áreas do interior mais do que na cidade capital de
Jerusalém. Por esta razão, não tinha tanto contato com a política
internacional como seu contemporâneo, Isaías. Mesmo assim, de-
dicou pelo menos um capítulo (capítulo 6) à carreira do Reino do
Norte, que entrava no seu declínio.

Data da Composição

O ministério de Miquéias era contemporâneo com a primeira
parte da carreira de Isaías, isto é, durante o reinado de Acaz e de
Ezequias. É interessante notar que os livros destes profetas tenham
uma passagem em comum (Mq 4:1-3 e Is 2:2-4), um oráculo que
diz respeito ao reino milenar. Sendo que, no capítulo 6, o Profeta
se dirige à nação como se ainda houvesse uma esperança de esca-
parem da justiça divina através dum arrependimento de última
hora, pode-se deduzir com justiça que Miquéias tivesse começado
seu ministério pelo menos antes da queda de Samaria em 722 a.C.

As condições de corrupção e de imoralidade em Judá, segundo a
descrição de Miquéias, correspondem bem com o que se sabe acerca
do reinado de Acaz (736-728), ou, possivelmente, com os primeiros
anos de Ezequias antes das suas reformas. Realmente, a carreira
de Miquéias deve ter começado até antes do reinado de Acaz, por-
que 1:1 menciona que profetizou no reinado de Jotão (751-736).
Quanto à questão da data do fim do seu ministério, não há evi-
dências certas. Decorre de Jeremias 26:18-19 que suas primeiras
advertências, durante o reinado de Ezequias, foram levadas a sério,
e que foram uma contribuição importante ao reavivamento que
foi levado a efeito sob o patrocínio do governo.

A Integridade do Texto

Certos críticos têm duvidado da autenticidade de certas por-
ções dos capítulos 6, 7 e 8, declarando que contêm pensamentos e
temas que, noutros trechos, ocorrem só em passagens pertencentes
a um período posterior da história de Israel. Por exemplo, profe-
tizam que depois do Exílio, o povo de Deus disperso será reunido,
e também prevêem a destruição dos inimigos de Israel em escala
catastrófica, seguindo-se depois o triunfo final de Israel sobre os
pagãos, sob a liderança do Messias. Heinrich Ewald atribui os ca- 
pítulos 6 è 7 a um autor desconhecido que vivia durante o reinado
de Manassés (696-642). Julius Wellhausen até considerou 7:7-20
como sendo do Exílio na sua origem, pertencendo à época de Deute-
ro-Isaías; alguns dos seus sucessores mais moderados, como Driver,
(ILOT 308-313) duvidam da necessidade de se lhe atribuir uma
data tão avançada. Todos os anti-sobrenaturalistas concordam,
porém, em negar a autenticidade de 4:10: “Virás até Babilônia:
ali, porém; serás liberada; ali te remirá o SENHOR da mão dos
teus inimigos”. Predições como estas são impossíveis, a não ser
por meio duma revelação sobrenatural. Por esta razão, nenhum
autor do oitavo século poderia ter escrito este versículo, pois isso
exigiria um poder sobre-humano de previsão. Por este motivo, a
crítica nega a autoria de Miquéias para estes versículos, assim como
tem sido negado que os capítulos 40 — 66 de Isaías pudessem ter
sido escritos por um autor do oitavo século, como passaremos a ver. 

Fonte: ARCHER, Gleason L. Merece Confiança o Antigo Testamento? 4º ed. São Paulo : Vida Nova, 2003.